Henrique César, parte da nossa história!

Soubemos apenas ontem do falecimento do grande ator Henrique César, que participou dos nossos primeiros curtas, Qual Queijo Você Quer? e O Tempo Que Leva

Aqui, palavras da Cíntia Domit Bittar sócia da Novelo Filmes e diretora dos curtas, postadas hoje em seu perfil. Todos os sócios e equipes dos filmes certamente agradecem muito pela oportunidade de ter conhecido e trabalhado com esse grande ator brasileiro <3

 A foto é de Lucas de Barros e foi feita durante as gravações do O Tempo Que Leva, em 2013, logo antes de Henrique entrar em cena.

A foto é de Lucas de Barros e foi feita durante as gravações do O Tempo Que Leva, em 2013, logo antes de Henrique entrar em cena.

 

Relato da Cíntia: 

Henrique César faleceu no início deste ano e só soubemos ontem, aqui na Novelo. E soubemos por acaso.

(me veio na memória que alguém na Mostra de Tiradentes comentou comigo, durante uma conversa aleatória: o Henrique morreu, não? E eu disse que não. Acho que não me passou pela cabeça que ele morreria e nós não ficaríamos sabendo. Eu não ficaria sabendo)

Então, ontem botei no google e encontrei algumas matérias em jornais de circulação maior no Rio de Janeiro, também alguns sites de entretenimento/celebridades.

Era verdade, Henrique se foi aos 84 anos. Não li todos, mas abri os links do Extra, do TV e Famosos. Uma “curiosidade”: esses sites utilizaram foto do Qual Queijo Você Quer? (2011) e disseram que o trabalho mais recente dele no cinema foi em 2001, em “Memórias Póstumas”, o que só mostra o desprezo e a ignorância pelo cinema de curta-metragem. Nem procuraram saber que foto era essa que eles estavam utilizando!

Me bateu uma tristeza profunda por sua morte. Foi o primeiro ator que eu convidei na vida para um trabalho, eu nem sabia como fazer isso direito e fui logo num dos maiores caras da dramaturgia brasileira! E soube dele através do Jean Machado, amigo de faculdade e ator, que afirmou ser Henrique o melhor nome possível pra eu chamar! Me passou os contatos e lá fui eu!

Agosto de 2010: - Alô, Henrique? Você não me conhece. Me chamo Cíntia, sou de Santa Catarina, e gostaria muito de te convidar para atuar no meu primeiro curta-metragem chamado “Qual Queijo Você Quer?”! Ele quis saber mais da história, aceitou o convite, sugeriu que eu chamasse também uma grande amiga de tempos antigos, a Amélia Bittencourt. Disse que gostava muito de Santa Catarina, que era lugar com muita gente trabalhadora.

Em Novembro gravamos o curta e no set ele me contou que pra aceitar meu convite lembrou que alguém lhe disse para nunca recusar participar do primeiro trabalho de alguém, pois pode se tornar uma grande surpresa. E foi! O Queijo teve sua estreia em Paulínia e tanto ele quanto Amélia estiveram lá, dando entrevistas, falando nos debates, sentindo-se renovados e queridos. Henrique ganhou diversos prêmios por sua atuação, além dos prêmios de melhor filme, que com certeza estão atribuídos (muito) às interpretações. Convidei-o novamente para rodarmos “O Tempo Que Leva”, e Henrique nos agraciou outra vez com sua presença.

E ele foi sempre tão gentil! Uma lástima o nosso longa-metragem Quebranto, projeto contemplado em 2014 (!) ainda não ter sido pago pelo edital aqui de Santa Catarina, pois Henrique estava no elenco. Lembro que quando ganhamos liguei muito feliz pra ele pra contar, que ele esteve no meu primeiro curta e estaria em meu primeiro longa como diretora. Seria a oportunidade de trabalhar e aprender de novo com essa pessoa que nem cabe no nosso cinema. O que me acalenta é que eu tenho certeza que ele se foi sabendo de minha eterna gratidão por ter confiado em mim e na minha equipe. Não tenho como não chorar ao escrever isso. Paro por aqui.

 Cíntia e Henrique no final do set do curta O Tempo Que Leva.&nbsp;

Cíntia e Henrique no final do set do curta O Tempo Que Leva. 

 

Henrique! Um beijo, meu querido!

Um forte abraço à família e amigos.

Novelo FilmesComment